Sugestões de Pautas

Conheça experiências de Ensino Médio Inovador em alguns Estados

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

O Observatório da Educação entrou em contato com sete escolas de diferentes estados que participam do programa Ensino Médio Inovador. Em duas delas, o programa ainda não saiu do papel.

 

Em outras três, as experiências foram desenvolvidas majoritariamente no contraturno e delas participam todos os alunos e professores.Parte dos recursos foi utilizada para ampliar laboratórios e para a compra de material de apoio pedagógico.

 


Maranhão

 

Em escola de São Luís, no Maranhão, uma professora explica que são desenvolvidas “oficinas de interdisciplinaridade”. O programa “ajudou a ampliar projetos que existiam e a criar novos”. São aulas no contraturno e aos sábados, “de língua estrangeira, meio ambiente, gravidez na adolescência, prevenção ao uso de drogas, preparatório para o Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] e reforço escolar”.

 

Há também projetos no próprio turno, “pela realização de palestras”. Os recursos foram utilizados para “pagamento dos professores, material de apoio e para melhoria da escola”. O programa está no segundo ano de vigência. “É de grande importância, tem muita procura, nem damos conta de atender todos os interessados nos cursos de língua estrangeira”, afirma a professora.

 

Bahia

 

Em escola localizada na Bahia são desenvolvidas dez oficinas, que “trabalham com a questão interdisciplinar, geografia, português, teatro e de xadrez”, por exemplo. Uma professora conta que as atividades são realizadas no contraturno, voltadas para alunos do primeiro e segundo anos do ensino médio.

 

Os recursos enviados pelo Ministério da Educação (MEC) foram utilizados para “contemplar o plano de ação pedagógico (PAP) para as implementações necessárias para as oficinas. Foram adquiridos equipamentos, materiais e feita a adequação de espaços. Implementamos ou melhoramos laboratórios de informática, audiovisual, de química e de física”.

 

Assim como em São Luís, há dificuldades de contemplar alunos do ensino noturno, pois “são trabalhadores. Não têm como vir no turno oposto”. A professora também considera o programa “importante, pois traz responsabilidade para o aluno do ensino médio, que aprende a estudar, desenvolve raciocínio lógico e adquire autonomia”.

 

Amazonas

 

Em escola de Eirunepé, no Amazonas, o programa funciona pelo segundo ano consecutivo, e conta com a participação de todo o professorado. “Tem carga horária de 12 horas e atende no contraturno”. São desenvolvidos projetos de “leitura e produção de textos, por exemplo. Há também a utilização do laboratório de ciências e de matemática, aulas de higiene e saúde, e simulado do Enem”. A escola oferece ainda cursos sobre o “novo acordo ortográfico, ética e cidadania”. Todos os alunos são atendidos. “É ótimo, todo mundo gostou”.

 

Os recursos repassados pelo MEC foram utilizados para “montar laboratório de matemática, ciências e informática, além de compra de material de apoio”. A professora afirma, no entanto, que pela localização da escola, no interior do Amazonas, há pouco contato com o ministério. “Tivemos dificuldades no ano passado porque perdemos os encontros de formação, em razão da distância”.

 

Paraíba

 

Na Paraíba, o projeto ainda não saiu no papel. . Em um colégio de João Pessoa, a diretora e uma professora relataram que um grupo de professores da escola cumpriu todo o processo inicial do projeto. “Mandamos um grupo no Rio de Janeiro. Assistiram ao curso, vieram, passaram toda a vivência para a gente. E não saiu do papel”.

 

Ela atribui isso ao governo estadual, que não cumpriu a sua parte no projeto. “Veio verba do governo federal, fizemos algumas melhorias  e viagens, mas o principal, que era a capacitação e orientação pedagógica para a criação do projeto, não aconteceu. O governo estadual não apoiou”.

 

Além disso, ela afirma que o governo estadual não concedeu gratificação aos professores que aumentariam a sua jornada de trabalho para cumprir a extensão da carga horária . “Tivemos professores que pediram demissão de seu trabalho extra. Eles deixaram outras atividades para se dedicar ao projeto, mas não teve continuidade”.

 

Para Girleide Medeiros, gerente operacional de ensino médio da secretaria estadual da Paraíba, criou-se uma “expectativa que não era necessária”. Ela admitiu os problemas relatados pelos profissionais de educação, mas afirma que isso ocorreu devido às recentes trocas de comando do governo estadual (o estado teve três governadores diferentes em quatro anos). Girleide diz que a gratificação não sairá tão cedo. “Atualmente o estado está ajustando as contas públicas”.

 

Ela também atribuiu essa paralisação à falta de recursos que o MEC enviaria para o Estado. A Paraíba, assim como outros dez estados, não recebeu a verba destinada às capacitação pedagógica para o desenvolvimento de projetos e gratificações aos professores. “O MEC só repassou a verba do PDDE para as escolas”.

 

Girleide garantiu que a capacitação pedagógica começará a ser feita no próximo semestre e que o currículo terá conteúdos voltados para o EMI a partir do ano que vem. “Vamos fortalecer o currículo com uma proposta mais integradora, acompanhando de perto”.

 

A gerente não garantiu, entretanto, se haverá aumento de carga horária para o ano que vem. “Em 2012, ele [o governador] vai repensar. Nós vamos começar [o programa] sem o MEC mandar nada”.

 

Paraná

 

Assim como na Paraíba, as escolas que implantariam o EMI no Paraná não viram o programa avançar, mas já receberam as verbas referentes ao PDDE. Uma pedagoga conta que foram elaborados três projetos, todos de realização de aula no contraturno. “Não começou ainda. Mandamos três projetos para o MEC e Secretaria de Estado da Educação (SEE). Foi aprovado um ou dois, mas os projetos não voltaram.

 

Já houve repasse do ministério para a compra de material didático, dentre livros, e DVDs, por exemplo. Mas não foi possível ainda formar turmas. “Aguardamos resposta da SEE para saber qual dos projetos foi o aprovado para fazer as matrículas”.

 

Ela conta que os professores responsáveis participaram de curso de formação no Rio de Janeiro promovido pelo MEC em janeiro de 2010, mas ainda assim não foi possível montar as turmas. “Estamos aguardando uma posição da secretaria e do MEC”. Os projetos referem-se a aulas de astronomia, fontes históricas e literatura.

 

 

Comentários  

 
0 # EMIluciac carneiro de carvalho 10-06-2011 11:13
Muito boa a matéria sobre o EMI. Seria muito bom que os responsáveis Do MEC sobre o programa lessem e fizessem uma avaliação sobre o mesmo.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMIRuth Del Castilo 08-07-2011 02:06
Estou pesquisando o Ensino Médio Inovador (EMI)e percebo que nem todas as escolas entenderam a proposta inovadora, não é para criar novas turmas, pq não é uma modalidade, é uma oprtunidade da escola dinamizar a metodologia do ensino médio através de integração das disciplinas ou de interdisciplina ridade, possibilitando a comunidade escolar escolher temas, disciplinas, oficinas e projetos de interesse dos alunos para as aulas tornarem-se mais atrativas e dinâmicas. Assim a escola tem mais autonomia, mas isso não está sendo aplicado e nem aprofeitado por todas escolas, que estão utilizando os recursos sem inovar nada e nem prestando conta acomunidade escolar. Na verdade está faltando capacitação e compromisso de alguns gestores e professores.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Fabio 28-10-2011 11:32
Oi também estou pesquisando sobre o EMI, se tiver como entrar em contato agradeço.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Viviane 23-05-2013 16:56
Também pesquiso o ProEMI no estado do Paraná (Curitiba). Podemos trocar algumas idéias, se quiserem entrem em contato!
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Viviane 23-05-2013 16:59
Também pesquiso o EMI no Paraná (Curitiba) se puderem entrar em contato, podemos trocar algumas idéias!
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Você já conseguiu perceber o interesse do estado nAntonio Valdemarí 10-01-2012 17:55
Cara Ruth, percebo que suas colocações tem um certo fundamento. No entanto, percebo também que sua pesquisa no que se refere ao EMI, resumiu-se ao compromisso que os gestores e professores devem ter em relação ao mesmo. Saiba que essa proposta educacional, foi parida sem ter sido gerada pelo Estado como uma medida paliativa sem muita consistência, no que se refere a teste e formação de quem está diretamente envolvido no contexto educacional com a mesma. Saiba que os professores já estão cheios de ideias sem consistencia que partem do governo, como simples resposta a uma situação econômica que o país vive. As coisas devem ser construidas com o objetivo principal de melhorias gerais, que tragam benefícios para todos e não apenas a uma categoria (nesse caso quem idealiza). A melhoria na educação parte primeiramente por respeito a quem está envolvido diretamente nela, e esse respeito começa com a valorização do profissional da educação. Só assim a semente do compromisso será plantada nos corações de quem pode fazer mudanças. E pelo amor de Deus não venha com a velha história do "Amor incondicioal a profissão", pois isso é coisa de idiota! Devemos ter prazer pelo que fazemos, mas com condições de fazer da melhor forma!!!
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMIsolange lima 23-02-2012 19:37
sou professora, e estou totalmente desorientada em relação ao EMI, estou fazendo pesquisa para conseguir me encotrar!!!! me ajude por favor!!
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMIThais Holzer 18-07-2011 08:16
Sou diretora adjunta de um colégio no Rio de Janeiro que participa do EMI, temos excelentes experiências a partir do ano passado, quando recebemos capacitação e recursos para implantar o Programa, mesmo assim, percebo que seria necessário modificar um pouco a estrutura, vi nas experiência citadas, as escolas que trabalham o Programa no contraturno tiveram maior aproveitamento das atividades, pois ai sim funciona o enriquecimento de grade, como é a proposta do MEC. No nosso estado, tivemos que suprimir algumas disciplinas para inserir as matérias eletivas, desta forma acabamos suprimindo disciplinas em prol das eletivas, o que no final representa uma perda, quando a proposta visa exatamente o contrário. Acredito que o que impede a ampliação da carga horária é que a remuneração dos professores que ministram as eletivas é da competência do Estado. No nosso estado podemos perceber que esta questão acaaba sendo um complicador para que o Programa realmente funcione como seria o ideal.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMIFrancisco Almeida Magalhaes 25-01-2012 19:32
Esse programa não funciona em canto nenhum.O problema nesse pais é que a educação não é tratada com responsabilidad e,criam-se programas mirabolantes e jogam atoa nas escolas sem que o professor seja preparado .Alem do que senhores gestores de programas educacionais ,querem que funcionem seus pratos feitos tratem bem o professor isto é paguem bem ta na hora de acabar com essa hipocrisia de querer que o professor seja santo que não come ,não bebe; não se desloca não tem familia é um zé ninguem.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMIRaimundo Accioly 06-02-2012 20:24
Esse programa funciona sim.
Temos uma boa experiência aqui no município de Tarauacá-Acre.
http://ensinomediotk.blogspot.com/2011/03/comecam-as-atividades-o-programa-ensino.html

http://ensinomediotk.blogspot.com/2011/09/ensino-medio-inovados-oficina-de.html

Raimundo Accioly - Professor e coordenador do programa na Escola Djlma Batista.http://ensinomediotk.blogspot.com/
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Elizabeth 14-02-2012 11:22
Fui escolhida para articular o EMI,Mas ainda nao recebi nenhuma orientação sobre como devo proceder. Entendo que Este deve promover ações que atenda às necessidades da comunidade escolar em todos os segmentos que jungar necessário dentro dos macrocampos e no contraturno.Estou fazendo coletando informações sobre as ações que deram certo e por que deram certo para tentar fazer um trabalho eficaz apezar do descaso.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMI varios entendimentos sobre uma unica questão.Remi Ivo Thomaz 20-02-2012 11:44
Sou diretor de Col. Est. no Paraná, foi apenas alguns professores de Colégio da Capital do estado que participaram da capacitação ocorrida no Rio de Janeiro em 2010, os outros colégios tiveram uma rápida capacitação em Curitiba, os recursos financeiros recebidos pelas escolas vindos do MEC tiveram que ser utilizados obedecendo a uma planilha elaborada pela Secretaria de Estado da Educação, assim todos os colégios compraram as mesmas coisas independente das propostas que iriam desenvolver, só que nada ocorreu no ano de 2010 e como houve a mudança de governo estadual em 2011 somente no segundo semestre de 2011 pediram para executar uma atividade, agora em 2012 estão solicitando rapidamente a criação de atividades sem haver uma preparação para as mesmas, fazer sem planejar e estruturar é cometer erros que dificilmente serão reparados.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Ensino Médio Inovador no RN - SUCESSO!Goretti Silva 01-03-2012 08:12
Sou Goretti Silva - Especialista em Gestão do Sistema de Ensino, técnica Pedagógica do Ensino Médio da 12ª Diretoria Regional de Ensino Mossoró/SEEC/RN. Desde a implantação do EMI nas 11 escolas em 2009 que coordeno, acompanho e garanto que funciona. As dificuldades foram e continuam só que agora sob controle. Temos desenvolvido um trabalho excelente que possibilitou a permanência do aluno na escola.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
+1 # suporte de apoiogerson pindaiba da silva 20-03-2012 11:21
Sou Diretor de uma escola que foi contemplada com o ensino medio inovador e Gostaria de receber da escola uma planilha das ações do En sino Medio Inovador implatadas na escola que foram bem sucedidas.
Preciso da planilha com as ações e as metas envolvendo todos os macrocampos.
Atenciosamente gerson
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # projetoIara 02-04-2012 15:26
gostaria de receber atividades que foram bem sucedidas
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # gostaria de receber modelos de apoio Fernando 05-04-2012 20:47
sou diretor de uma escola no PI e gostaria de receber modelo de ações realizadas nas escolas que deu certo. obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # EMIDelizete Pimenta 06-04-2012 23:53
Sou pedagoga numa escola estadual em Cachoeiro de Itapemirim ES, minha escola foi comtemplada com programa, EMI, tivemos uma reunião onde foi repassado as diretrizes do projeto, porém ainda não iniciamos o projeto, não houvw mais reuniões nem capacitaçoes para os professores, trabalho a noite e estou preocupada de como atende os alunos do noturno. Gostei da ideia das aulas de ingles e preparação para o ENEM aos sábados, se tiver professor interessado em trabalhar sábado.... Aguardo com uma expectativa muito grande será mais uma tentativa válida para melhorar nossa educação. Se puderem me passar mais informações e sugestões pode usar meu email delizetepes@hot mail.com.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # estudando o PROEMI no Amapá.wanda matos 10-04-2012 17:14
sou mestranda em educação da Universidade Federal do Pará e estou estudando o Programa Ensino Médio Inovador no Amapá. Tenho percebido que muitas escolas estão com dificuldades em implantar o PROEMI. minha proposta é avaliar o Programa no Amapá partindo das experiências já em curso. meu e-mail é wandameguins@ho tmail.com, minha intenção é identificar as dificuldades para pensarmos estratégias de aproveitar o programa para a melhoria do ensino médio, potencializando seus aspectos favoráveis.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # InformaçãoFlaviany 30-04-2014 08:08
Olá. Também sou mestranda e gostaria de compartilhar informações sobre sua pesquisa. Estou realizando a pesquisa aqui no Paraná,porém gostaria de fazer um comparativo...se for possível enviar algo em meu email: eu agradeceria.
Atenciosamente,
Flaviany
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Tânia Pellin 11-04-2012 12:52
Sou professora em uma escola que foi contemplada com este projeto e temos muitas dúvidas. Uma delas é o plano de ação... Se puderem me enviar um modelo. Muito obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
+1 # EMI- ações e metasAlessandra Bicalho 18-04-2012 09:06
Gostaria de receber os modelos de ações das escolas que foram bem sucedidas na implantação do projeto.
Atenciosamente,
Alessandra
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # ensino medio inovadoreliane 27-04-2012 11:18
sou do piauí e a escola que trabalho foi conteplada agora ensino médio inovador e eu gostaria de receber sugestães para desenvolver um projeto para a disciplina de inglês quem tiver ideias mande para mim.Atenciosamente Eliane.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # PROEMIJAQUELINE 08-05-2012 18:45
QUEM TEM DIREITO A GRATIFICAÇÃO NAS ESCOLA QUE TEM O PROEMI? SOU SECRETÁRIA ESCOLAR(CARGO COMISSIONADO) TENHO DIREITO?
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
+2 # Distrito Federal o EMI no Chicão Ghisa Pôrto 16-06-2012 20:09
Sou Supervisora Pedagógica do Centro Educacional São Francisco, carinhosamente conhecido como Chicão. Entramos para o Programa EMI assim que começou, nossa escola já trabalhava com as proposta do MEC. Em 2008 quando a escola foi criada nossa Proposta Pedagógica foi elaborada tendo a arte, a atividade física e o desenvolvimento de projetos como base. A Proposta do MEC foi o respaldo necessário para a defesa das ideias de modificações curriculares implantadas na escola.
Nossa atividades acontecem dentro da grade horária para facilitar a participação dos estudantes, muitos fazem estágio no turno contrário. O estudante tem a possibilidade de escolher, elaborar, executar e avaliar o projeto de seu interesse e o professor orienta a ação de pesquisa e estruturação dos projetos, que podem ser individuais ou coletivos e devem ser executados nos horários dos intervalos para promover e possibilitar a participação da comunidade escolar.
Exemplos da diversidade de Projetos desenvolvido pelos estudantes no ano de 2012, "Resgate de Brincadeiras de Rua", "Varal de leitura", "Sexualidade", "Gincanas", "Palhacaria- com atuação em outras instituições da comunidade - Creches", "Grandes Catástrofes", "Mandalas", "Vídeos", "Boca Livre - Facebook", "Jardinagem e horta". Também atuamos no contra-truno com projetos de Circo, Grupos de Estudo- focando o vestibular...etc., aulas de teatro, dança, Formação em Mediação de Conflito etc, dentro da programação da Educação Integral. Nosso
contato (61) 39018030. Grata por poder divulgar.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # InformaçãoFlaviany 30-04-2014 08:12
Olá Ghisa
Sou mestranda e estou pesquisando sobre experiências bem sucedidas com o programa ProEMI e gostaria de mais informações sobre sua escola. Se puder me enviar material via email, eu agradeceria.
Atenciosamente,
Flaviany.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # PRO-EMIElaine Godoy 27-06-2012 15:42
Sou professora de Matemática na cidade de Araçatuba-SP, hoje tivemos uma reunião para falar sobre o interesse ou não em participar do projeto Ensino Médio Inovador (ProEmi), mas recebemos poucos informações a respeito e estamos com receio em participar com medo de ser mais um projeto que será jogado nas costas do professor com muita cobrança e pouca organização.
O documento orientador é muito vago e não esclarece como ficarão distribuídas e as aulas.
Uma das duvidas levantadas refere-se ao fato de que no documento orientador consta que o professor deve atuar em tempo integral no programa, mas em minha escola a grande maioria dos professores possui dois ou mais cargos e não há nada no documento em relação a incentivos salariais para o professor dedicar-se exclusivamente ao programa.

Elaine Godoy
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Ensino Médio InovadorLucimar 24-07-2012 18:03
Em ouro preto do oeste está pra ser implantado, mas nós coordenadores direção e professores não temps muita clareza de como vai acontecer.Gostaria que me mandassem sugestões. Obrigada.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Planilha de açõesCreuza Pereira Artur da Silva 07-08-2012 21:18
Sou professora de uma escola que foi contemplada com o ensino medio inovador e Gostaria de receber planilha com as ações e as metas envolvendo todos os macrocampos. Atenciosamente
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
+1 # informações sobre o ensino medio inovadorAldeides 22-08-2012 07:22
Sou professora do Colegio Estadual José Luiz Siqueira em Wanderlandia -TO e fomos contemplados com o ensino medio inovador e gostaria de mais informações bem como outras experiencias .


Aldeides
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Pro-EMIKarla Damasceno 22-08-2012 16:36
Olá a todos,
Minha escola também foi contemplada nointerior do Estado do Pará, e ainda estamos em processo inicial. Ainda aguardamos autorização para a utilização dos recursos enviados. Gostaria de trocar informações com as escolas que já estão desenvolvendo os seus projetos com algum sucesso. Precisamos dar as mãos para que em todo o território brasileiro este projeto tenha sucesso e nossos jovens sejam os mais favorecidos, assim como nós mesmos, uma vez que eles são nosso futuro.
Abraço, Karla
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
-1 # sugestão de atividades para o ensinomedio inovadorMari Júlia Pinheiro 07-02-2013 10:42
Sou professora articuladora do Programa Ensino Médio Inovador na Escola Wilson Fonseca em Santarém Estado do Pará.Estamos iniciando este ano o Programa na escola. Gostaria de trocar informações com as escola que já desenvolvem seus projetos.

Abraços, Maria Júlia.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
+1 # RE: Conheça experiências de Ensino Médio Inovador em alguns Estadosrosmeire 18-03-2013 10:16
sou professora do Ens.Médio e minha escola faz parte do PROEMI e gostaria de receber informções de ações que deram certo e projetos elaborados dentro do PROEMI.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
0 # Ensino Médio InovadorPaulo Victor 29-06-2014 12:47
Sim, este projeto funciona muito bem, desde quando é bem aplicado, sou aluno do Primeiro Ano do EMI, estou amando, saídas de campo maravilhosas, já fomos até num Resort Pedagógico, aqui na Serra de Santa Catarina em Urubici, é muito massa, aconselho os jovens a experimentarem esse projeto...
Responder | Responder com citação | Citar